fatal hamartia
Estamos em 438, datado pós a estadia da luz
/////////////

─ REGISTRO, modelo de ficha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

─ REGISTRO, modelo de ficha

Mensagem por Calypso em Dom Jul 17, 2016 9:09 pm

Entendendo sobre
O modelo de ficha. Basicamente, a forma com como deverão efetuar a real criação do seu personagem, devendo sempre aguardar a avaliação dos administradores para que as demais postagens sejam feitas. Outros registros, portanto, jamais poderão ser requisitados sem a criação desta, visto que ficha é a única forma de alcançar a ilha.

As regras que seguem abaixo devem ser seguidas, assim como as principais instruções básicas.

i. Auxiliando o membro para introduzir a sua história, devem sempre estar ciente de que podem sim nascer na ilha, possuindo duas opções. A primeira é a de serem levados aos dez anos para um acampamento ─ que abriga diversos semideuses, localizando-se em meio ao continente atualmente conhecido como Europa, mantido este pelas mesmas proteções da cidadela ─ e retornando para a ilha alguns anos depois, ficando ao seu critério quanto tempo permaneceram fora. Enquanto a segunda, cabe a alternativa de não tomar rumo para fora da cidadela e assim, seres criados como cidadãos comuns, podendo ou não desenvolver suas habilidades como herói e claro, devendo narrar como suas vidas foram;

ii. Aos que não sabem como ter contato com a ilha, ou seja, os não nascidos nela, ao alcançar determinada idade, naturalmente serão atraídos como o metal por um imã. Uma busca constante por lar se instaura em seu pensamento, momento ao qual a pessoa portadora da visão, de dentro da cidadela terá acesso aos seus pensamentos, se comunicando com a sua pessoa em meio aos seus sonhos, indicando o caminho a seguir;

iii. A única forma de transporte que se pode ter acesso à ilha é em meio ao mar, sendo a ilha escondida por uma névoa que impede que tal seja vista de demais pontos, quase como que uma cúpula que a envolve. Um local disposto em meio ao mar de monstros;

iv. O título do tópico deve sempre ser apresentado com o primeiro sobrenome em caixa alta, recendo o restante com o nome e demais sobrenomes utilizados no usuário;

ENDER, John

v. Preencha sempre os campos alterando-os de acordo com o gênero do seu personagem, sempre informando o requerido, assim como no modelo que se segue;

vi. Mediante ao fato de que somente alguns dos administradores avaliam a ficha, pedimos que tenham paciência e que saibam aguardar;

vii. Como sabemos, os personagens deverão ser divididos por distritos, tendo que se preencher o espaço com o ofício que exercia anteriormente à cidadela, o que atualmente exerce (para os moradores), ou mesmo o que tem mais afinidade. Desse modo, será designado a um determinado local como o de sua moradia. Os genuínos, por exemplo. Se anteriormente a cidadela seus personagens se destacavam como soldados, eles poderão preencher o espaço como pretores (se tiver pertencido a uma versão romana de determinado deus), recebendo seu cargo de acordo com o nível da ficha. Quanto melhor, mais chances de ocupar níveis maiores. Feito isso, selecionando sua profissão, o avaliador designa cada um para seu distrito, observando qual ofício se encaixa melhor em cada um deles;

viii. Qualquer um dos deuses que mediante a história tiveram proles, estarão disponíveis para requisição. Dessa forma, se algum membro desejar ser filho de algum deus que atualmente não está listado, poderá requisitar que este seja utilizado. Se os administradores em questão ─ no caso as contas Calypso, Minotauro e Cão do Inferno ─ concederem tal, haverá o prazo de um semana para que as informações desse deus sejam postadas, devendo o membro aguardar e somente depois vir a criar sua ficha. Aqueles que postarem criando um tópico e afirmando ser filho de um deus que atualmente não está disponível, terá sua ficha instantaneamente removida;

ix. Ao preencher o espaço "parente divino", o membro poderá escolher entre a forma romana ou a forma grega, colocando o nome deste. Por exemplo: "filho de Netuno";

x. Como sabemos, a idade é um requisito importante, definindo de modo direto, sua experiência e demais atributos. Justamente por este motivo que dividimos da seguinte forma: semideuses nascidos na cidadela poderão fichar com qualquer idade, enquanto os que nascerem fora da ilha, devem obrigatoriamente ter a idade mínima de dezesseis anos para adentrar a primeira vez o local;

xi. Observem a disponibilidade de vagas, seja para as profissões ou mesmo os parentes divinos.





Recomenda-se, para que tenham maior conhecimento sobre as outras alternativas dispostas abaixo, que sejam lidas as enciclopédias das respectivas raças.




Os seres da Natureza


São aqueles cujo a natureza os deu vida. Homens e mulheres que tiveram sua história iniciada pelo amor de um ser mortal entre elementos da natureza. O sátiro, do homem pelo animal; as ninfas, do divino pela vida.



i. Sátiros e ninfas devem ter obrigatoriamente somente o primeiro nome, sendo ele seguido de uma característica ou nomeação que será dada pela equipe. Desse modo, após a avaliação, o ser mantém seu nome, recebendo seu título. Segue abaixo o exemplo;

ALLYRIA, a defensora

ii. Antes de postar sua ficha, verifique a quantidade de vagas;

iii. Todos aqueles que desejarem ser algum ser como ninfas ou sátiros, deverão colocar no espaço dos parentes divinos, a opção "da água" para náiades, "do ar" para nebulaes, "da árvore" para dríades e "de Pã" para sátiros. Devendo substituir o cabeçalho pelo que segue. O restante da ficha deverá ser igualmente preenchido, levando em conta sempre que esses seres tem a vida mais longa, então cada ano aparente para estes, são cinco anos de idade. Se possuir vinte anos aparentes, na realidade, terá cem. Consequentemente, na hora de preencher o espaço, coloque a idade real.





Legados


Não achou mesmo que seus filhos passariam sem serem notados, não é mesmo? Pois bem. Aos que desconhecem da representação do subtítulo, "legados" é um termo comum a ser usado ao se tratar daquelas pessoas que nasceram provenientes do divino, mas que não tiveram contato total com um deus. São os filhos de semideuses, estes nascidos desde a união entre os próprios, como também os provindos do coito em uma das peregrinações dos moradores. O que quero dizer é que havendo a união de um semideus a outro ou deste junto com um mero mortal, nasce aquele que ainda tem parcialidade divinal e que, portanto, recebe seu direito de permanecer na ilha. A vida comum não lhes é tão perigosa como a de seus pais, se quer pode até ter ciência de que é um legado. No entanto, é pavoroso deixar de lado sua existência; ainda são seres divinais.



i. Tendo em vista o narrado, saiba existem duas formas de serem tratados quanto a introdução de vocês nesta ilha. Sendo a prole de dois semideuses, imagina-se que nascera na ilha, pois fora dela, a possibilidade de que seus pais possam viver até a idade adulta é quase impossível. Obviamente, tiveram suas vidas aqui, possibilitando a oportunidade de também se dirigirem ao acampamento, conforme os demais. Todavia, ao se falar da união de um semideus com um humano, obrigatoriamente, sua concepção fora longe da cidadela, restando duas únicas opções: que também tenham sido gerados fora ou que, no caso da mulher, seja trazidos para seu verdadeiro lar;

ii. A forma de intitular-se no tópico, é mesma da de um semideus. O espaço cujo consta como "filho de", por sua vez, é distinto. Deve ser preenchido então, por exemplo, como "legado de Netuno e Hermes". Sendo sempre, primeiro o legado herdado da mãe e o posterior, do pai.

iii. Diferente dos demais, vocês possuem somente duas habilidades. Exclusivamente, as duas são as segundas na lista. Uma de seu pai e outra de sua mãe.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ─ REGISTRO, modelo de ficha

Mensagem por Calypso em Dom Jul 17, 2016 9:29 pm

"Entre, entre! Não se canhe, por favor! Não há quem não seja de grande valia aqui. Principalmente alguém como vosmecê... ahn... espera! És tu que tinha o costume de rondar a Praça do Espírito? Não, não... acho é... não importa! Devo então questionar-lhe o maior mistério: quem és o ser divino frente a mim?", ouço o homem indagar após seu falatório contínuo de palavras atropeladas. Ao que parecia, pelo andar de sua conversa com os demais ali presentes, anteriormente atendidos, seu nome era Zwietracht Greco, um filho de Atena.



Como era de se esperar, o respondi. Havia prestado dados como nome e até mesmo filiação, conforme me era interrogado.



"Maravilhoso! Esplêndido! Vamos! Vamos! Adiante-se logo, pois há quem te aguarde", disse o nascido da Sabedoria em meio a sua empolgação ímpar. Assombroso era a animação, possivelmente quase doentia.

"Peço tão somente que aguarde enquanto faço as minhas anotações. Novamente...", ele veio a continuar, retornando com uma pausa enquanto parecia relembrar tudo aquilo que eu tinha dito.



"NOME COMPLETO, nascidx em DIA de MÊS, tendo IDADE POR EXTENSO anos, umx filhx de DEUS(A), para semideuses; ÁGUA/AR/ÁVORE/PÃ, para sátiros e ninfas; para legados, alterar o trecho "umx filhx de" para "um legado de DEUS¹ (x progenitorx divinx da mãe) e DEUS² (x progenitorx divinx do pai), especificamente, umx CARGO EXERCIDO, certo?", ele "questionou". Havia repetido todas as informações dadas por mim, talvez como se quisesse uma confirmação. Pude tão somente assentir, remetendo aos poucos fatos que me eram importantes no passado, fatos que remetiam a minha história, a quem eu realmente era.



Ali tornava a viajar em meio passado, envolvendo-me pelo meu passado e tendo a total certeza daquilo que um dia me tornara a pessoa que eu sou. Haveria devaneio mais complicado?



(...)

HISTÓRIA DO PERSONAGEM deverá ser contada de modo breve, ressaltando os detalhes mais importantes, observando quanto a vida externa ao momento em que fora encaminhado para ilha ou até o viver dentro da cidadela (para os nascidos nela). Devo informar que ser breve significa tão somente ser de curto tamanho, dessa forma, tenha ciência que a falta de coesão, ausência de coerência, ortografia mal utilizada e entre outros fatores que possam ser dados como o afastamento dos que gerem as boas características de um bom texto. Fugindo de tal, estas poderão ser causas para que sua ficha seja negada.

Havendo somente mais algumas observações, saiba que avaliaremos seu personagem de acordo com o parente divino, consequentemente, usando de maior rigor para avaliar as habilidade citadas e usadas. Além disso, que não há limite de linhas, apenas requisitamos que sejam breves quanto a deixar de lado o detalhismo, tal como "usava determinada roupa, tal sapatos, certos acessórios". Queremos que busquem ir direto ao ponto e que mencionem no mínimo, uma aventura do seu personagem.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum